Reciclagem com incentivo econcómico e a heurística da ancoragem

Joana Fernandes, Maria Eduarda Fernandes

RESUMO

Tendo em conta o atual debate nacional, em termos da necessidade de implementar instrumentos económicos associados à performance da gestão de resíduos, uma correta fixação do valor do incentivo assume particular importância. Nesse sentido, o presente estudo analisa o impacto da utilização de diferentes valores na determinação dos incentivos económicos para a reciclagem, caso seja adotada, para o efeito, a metodologia de valoração contingente por parte dos responsáveis de política. Utilizando uma metodologia quase experimental, avalia-se a existência do efeito ancoragem para a valoração do incentivo para reciclar três tipos de materiais distintos: plástico, vidro e papel. Com base nas respostas obtidas a partir de um primeiro questionário (do grupo de calibragem) determinam-se as âncoras alta e baixa para os três materiais referidos. Com base nos resultados obtidos, conclui-se existir um efeito ancoragem na indicação dos participantes quanto ao valor que necessitariam de receber para reciclar. Este efeito é notório sobretudo no caso da âncora baixa e, de entre os três materiais analisados, fazse sentir com maior intensidade no caso do vidro. A perceção da existência deste tipo de efeito pode assim contribuir para a utilização dos incentivos mais adequados, isto é, que melhor sirvam o interesse público e a obtenção de níveis de reciclagem mais elevados.

Palavras passe: ancoragem; incentivo económico; valoração contingente; resíduos; reciclagem

ABSTRACT

Recycling with economic incentive and anchor heuristics

Considering the current discussion in Portugal about the need to implement economic instruments to improve waste management performance, the correct setting of the incentives assumes a crucial role. The present study analyses the impact of the use of different values to determine the economic incentives for recycling, if policy makers adopt the contingent evaluation methodology. Using a quasi-experimental methodology, this study evaluates the existence of the anchoring effect for the valuation of the incentive to recycle three different types of materials: plastic, glass and paper. Based on the answers obtained from a first questionnaire (from the calibration group) the high and low anchors are determined for the three mentioned materials. Based on the results achieved, conclusion is that an anchoring effect exists in the participants’ indication of the value they would need to receive to recycle. This effect is particularly noticeable in the case of the low anchor and, among the three materials analysed, is felt with greater intensity for glass. Knowing the existence of this type of effect may be useful for using the right incentives, i.e., serving the public interest and contributing for the achievement of higher recycling levels.

Keywords: anchoring; economic incentive; contingent valuation; waste; recycling.

DOI : 10.22181/aer.2017.0203
ISSN : 2184-6049

Login

FAÇA-SE SÓCIO

 

Conheça todos os benefícios
dos nossos associados e faça parte da nossa rede!

Menu